sábado, junho 25, 2011

Para que serve a tomografia de crânio

Você já se perguntou o porquê de o médico lhe pedir uma tomografia de crânio (TC)? E o que é uma tomografia? Uma radiografia do crânio não seria suficiente? Todas estas perguntas serão respondidas... agora!

Tomografia vem do grego, Tomos (Corte) e Graphos (Imagem), ou seja, imagem em cortes. Na verdade, a tomografia é uma forma antiga (mais de 50 anos de idade) de se visualizar o que ocorre dentro do corpo através do corte da região examinada em várias camadas. Pode-se fazer tomografia de qualquer parte do corpo, qualquer mesmo. Mas é do crânio que se pede mais tomografias.

O aparelho de tomografia é um trambolho como esse que você vê abaixo:



Essa imagem veio daqui: http://es.centa.cat/upload/apartat/2tac4-2.JPG

Sua cabeça ou a parte que se quer examinar entra no aro, e é vista em vários cortes de imagens. As imagens são radiografias mais estilosas do que uma radiografia convencional, e são mostradas em grades como se sua cabeça (ou qualquer parte do seu corpo) fosse cortado, e uma foto fosse tirada de cada parte. Observe abaixo uma imagem de tomografia:



Essa imagem, que aliás não está normal, por que mostra um tumor cerebral (área esbranquiçada no centro das imagens mais baixas) veio daqui: http://www.zgapa.pl/zgapedia/data_pictures/_uploads_wiki/c/CompT.jpg

 O que ocorre é que vários graus de radiação penetram no corpo e retornam ao aparelho, mandando uma mensagem do que viram, e o aparelho desenha o que vê.

E o que uma tomografia de crânio pode ver? Muito bem, vamos lá:

1. Uma TC pode ver se há sangramentos na sua cabeça, decorrentes de uma ruptura de um aneurisma, de trauma craniano, ou de um derrame por pressão alta;
2. Uma TC pode verificar se há derrame isquêmico, causado pelo entupimento de uma artéria ou veia cerebral;
3. Uma TC pode ver se há alargamento dos espaços de líquido no cérebro - os ventrículos;
4. Uma TC pode verificar se há tumores cerebrais ou lesões que cresçam dentro do cérebro;
5. Uma TC pode ajudar a dizer se aquela dor de cabeça que você sente é algo para se preocupar ou não;
6. Uma TC pode ajudar a dizer se vale a pena colher líquido da espinha por conta de alguma doença cerebral ou não.

Ou seja, a TC serve para várias coisas. E é um exame rápido, que dura 2 a 4 minutos para ser feito, ideal quando se quer pressa e rapidez/urgência, como num pronto-socorro.

E o contraste? Para que serve? Muito bem, o contraste serve para ver melhor coisas que sem o contraste passariam desapercebidos, ou seriam difíceis de ver. Várias doenças sofrem o que chamamos de realce com o contraste, ou seja, ficam mais visíveis. É o caso de alguns tipos de tumores e infecções (abscessos) cerebrais. E o contraste é feito de iodo. Ou seja, quem tem alergia a iodo não pode fazer o contraste. Mas se for necessário, o médico irá prescrever tratamento antilérgico antes do contraste.

Mulheres gestantes podem fazer TC? Somente se o médico que a assiste autorizar, e somente se o benefício ultrapassar o risco para o feto, por que radiação pode levar a problemas fetais.

Quem tem marcapasso pode fazer tomografia de crânio? Diferente da ressonância magnética, da qual falaremos depois, onde há um campo magnético ao redor do paciente, na tomografia não há tal coisa, e não há problemas com marcapassos. Ou seja, sim, quem tem marcapasso pode fazer tomografia!

Agora, quem decide se você tem de fazer ou não uma TC é o médico que lhe assiste. Ele discutirá com você as indicações/contra-indicações, e os porquês de fazer ou não.

E para que serve as radiografias de crânio? Basicamente, hoje em dia, para ver traumas ou anormalidades mais grosseiras, e não deve mais ser solicitada de rotina quando se tem uma tomografia que pode ser usada.

33 comentários:

  1. Olá, meu sobrinho fez um tc -cranio e o deu o seguinte resultado:

    - Tênue proeminência das cisternas liquóricas da base nas regiões frontais bilaterais
    - Parênquima cerebral com coeficientes da atenuação preservados
    - Ventriculos de morfologia, contornos e dimensões normais
    - Ausência de calcificações patológicas
    - Não há desvio da linha média

    Conclusão

    - Tênue proeminência das cisternas liquóricas liquóricas da base nas regiões frontais bilaterais

    ResponderExcluir
  2. Ola Boa Tarde Meu Irmão ele fez Tomografia Computadorizada do Cranio..
    Analise:
    Calota craniana sem descontinuidades desalinhada
    Espaço perencefalico,sulcos e cisternas preservados.
    parênquima cerebral com Mortofologia e atenuação preservada.
    Ventrículos laterais,terceiro e quarto ventrículos com morfologia,dimensões e topografia normais.
    Tronco encefálico e cerebelo com morfologia e coeficientes de atenuação Normais.
    Gostaria de Saber o que significa seria Muito Grata..

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Iabella. O exame está normal, mas há algo na primeira linha que não entendi. Teria de ver as imagens para tirar conclusões melhores.

      Excluir
  3. Dr. Flávio Bom dia.
    Minha filha tem 30 anos, Foi diagnosticada com AAS,depois de vários tratamento vem melhorando e depois se descobriu q ela tbm tem Lupus sistémico. Apesar de tudo isso e tantas medicações q ela toma, vinha levando uma vida quase q normal.
    Ultimamente vem tendo todos os sintomas de Esclerose Multipla . Neuro passou as ressonâncias e no resultado deu um cisto na Glandula Pineal. O que é isso? E os sintomas q ela sente e tbm transpira horrores fora as dormencias no corpo inteiro .Por favor nos ajude em nome de DEUS.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Não posso sugerir diagnósticos sem ver o paciente em consulta. Em relação ao cisto de pineal, refere-se a um conteúdo cheio de líquido dentro da glândula pineal, que se localiza no cérebro. Na imensa maioria das pessoas, não costuma causar problemas e nem sintomas, e basta exames de imagem periódicos (a depender do colega que avalia, pode-se repetir a imagem a cada 6 meses ou 1 ano).

      Excluir
  4. Boa noite, Doutor,
    Meu irmão sofreu um acidente de motocicleta, batendo a cabeça no chão. Ele usava capacete, mas daqueles que não encobre todo o rosto. Graças a Deus está bem. Já fez duas TC, isso em menos de uma semana, e os médicos disseram não haver nenhuma lesão interna. Porém, quebrou o nariz e houve uma alteração na posição do globo ocular. Está com cirurgias marcadas para esses dois problemas (a primeira acontecerá daqui 10 dias). A minha dúvida é saber quais exames ou procedimentos mais ele poderia fazer para verificar a parte neurológica. É que percebemos que está com falha eventual de memória curta, precisando também de ajuda para recordar de coisas mais antigas; fala mais lentamente, parece demorar mais para processar uma pergunta; à noite, tem soluçado com alguma frequência; além de, às vezes, falar coisas sem sentido..Estamos preocupados, embora os médicos tenham passado tranquilidade, a partir do que constou nas TC's. O acidente foi no último domingo. Outra dúvida: quais os riscos de se fazer duas TC's em tão curso espaço de tempo (4 dias de uma para outra, feitas em hospitais diversos). Agradeço, desde já, a informação que puder dar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Adalto. Não posso sugerir exames sem ver seu irmão, mas tomografias normais já afastam uma grande quantidade de problemas. Perda de memória pode (eu disse pode) ser uma sequela eventual e que logo melhora de um trauma craniano, mas pode demorar mais, o que necessitaria de outras avaliações a serem sugeridas pelo neurologista. Já com relação às tomografias, se houver indicação dos exames, o risco acaba sendo pequeno (na verdade, há risco pela radiação, mas não é grande e deve sempre ser pesado contra a necessidade de realizar os exames).

      Excluir
  5. Boa noite, Doutor,
    Complementando minha mensagem anterior, segue abaixo o teor do resultado da última TC que meu irmão fez:
    "Descrição:
    1. Parênquima cerebral com coeficiente de atenuação normal;
    2. Ventrículos e cisternas sem alterações;
    3. Pineal e plexus coróides calcificados, em posições normais;
    4. Região selar e para-selar normais;
    5. Sulcos e fissuras cerebrais normais;
    6. Não há desvios da linha média;
    7. Ausência de sinais de lesões expansivas ou coleções extracerebrais;
    8. Parênquima cerebelar e tronco cerebral normal;
    9. Como achado ocasional, destaca-se a presença de material com densidade de partes moles coletado no assoalho dos antros maxilares bilateralmente, células etmoidais e seio esfenoidal;
    10. Conclusão: - panssinusupatia
    Tomografia computadorizada do crânio normal."

    Embora o resultado indique crânio normal, esse item 9 preocupa. Do que se trata, Doutor?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Trata-se de, provavelmente, sangue pelo trauma, mas somente uma avaliação neurológica e da imagem pode dizer isso com certeza.

      Excluir
  6. Bom dia! Levei uma forte pancada na cabeça e levei pontos, logo fiz uma tomografia e o médico me disse que nao achou nada de anormal, me prescreveram a medicação (alginac e cefalexina) e fui p casa, desde entao estou sem apetite! Pode ser efeito dos remedios? Preciso voltar ao hospital? Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Rafael. É possível que seja pelas medicações, e é por isso que sugiro que volte ao médico, pois isso precisa ser avaliado melhor.

      Excluir
  7. bom dia, doutor, eu fiz uma tomografia nao deu nada, mas eu sinto tonturas ou seria vertigem nao sei distinguir o fato e que passo os dias assim meio fora do centro, ja fiz exames pra ver o labirinto tambem deu tudo normal, tenho tomado calmantes, o medico me disse que sou muito preocupado e isso pode ser ansiedade, ja fiz exames do pulmao, endocospia, praticamente tudo e gracas a Deus tudo normal ,mas se sinto uma dor por minima que seja fico em alerta nao consigo relaxar , seria isso depressao que tipo de especialista devo procurar por favor me ajude , obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Giba. Talvez um psiquiatra seja o profissional mais adequado para avaliar seus sintomas. Lembro que o psiquiatra é o médico que estuda e trata os sintomas da mente, como ansiedade, depressão e medo.

      Excluir
  8. Olá, Dr Flávio Sallem!
    Estou desesperada, tenho um bebe de apenas 11 meses, e com perímetro cefálico aumentado (50cm), a pediatra pediu ultrassom transfontanelar, o exame apresentou o seguinte: Ventrículo lateral direito 1,4 cm; Ventrículo lateral esquerdo 1,2 cm; 3º ventrículo 7,5 cm; Espessura do parênquima 6,3 cm; Razão ventricular 22%.
    Na conclusão diz:
    - Parênquima cerebral e cerebelar de aspecto normal;
    - Moderada dilatação das cavidades ventriculares supratentoriais.
    Estou muito preocupada, só consegui marcar neuro para o mês de abril...esse diagnostico indica algo muito grave?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Daniela, não há como afirmar sem ver seu bebê, pois aumento dos ventrículos pode ser algo normal, e mesmo algo que pode evoluir bem, até problemas mais graves.

      Excluir
  9. Olá, Dr Flávio Sallem...

    O que é Cerebelo isodenso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Significa que a densidade, ou seja a forma e consistência do cerebelo, está homogênea em toda a sua extensão, ou seja, está normal.

      Excluir
  10. Olá Dr.Flávio,
    Uma dúvida...O "insulto vascular" geralmente antecede o acidente vascular cerebral ? Se isso é verdadeiro, como evitar o acidente vascular cerebral ?
    Obrigado pela atenção,
    Roberto Gullo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Roberto. Insulto vascular é outra forma de nos referirmos ao acidente vascular cerebral. Para saber como prevenir o AVC, leia em:

      http://neuroinformacao.blogspot.com.br/2011/03/como-prevenir-um-avc.html

      Excluir
  11. Olá, Dr. Flávio. Bom dia. Meu nome é Meres Silverio. Moro em Uberaba, Minas Gerais. Quero relatar o seguinte: há mais ou menos dez anos, fui diagnosticado como diabético. Durante todo esse tempo, venho controlando através de Metformina 850. Exames rotineiros, a maior taxa nesse período foi de 121. Hemoglobina Glicada, 5,1. Há algum tempo, comecei sentir perda de sensibilidade nos pés. O médico disse que a circulação estava normal, e que pelo tempo do meu histórico de diabetes e pelas taxas, não era por causa da diabetes. Solicitou "Eletroneuromiografia Membros Inferiores".
    Resultado: Onda "M" reduzida no músculo extensor curto dos dedos (EDB) e nos músculos plantares bilateralmente;
    Amplitude dos potenciais sensitivos reduzida no nervo sural bilateralmente;
    Velocidade média de condução nervosa reduzida nas fibras motoras do nervo peroneal e nas fibras sensitivas do nervo sural, bilateralmente;
    Reflexo "H" presente nos músculos plantares e EDB bilateralmente.
    Conclusão: "Os achados neurofisiológicos evidenciam a presença de polineuropatia periférica".
    Ao levar os resultados para meu médico, ele disse que o problema já estava instalado, e que não havia nada a fazer... chegamos quase a discutir, pois eu não aceitei essa explicação. Resolvi mudar de médico. Levei todos os exames, fiz outros, e agora ele pedir um Tomografia Computadorizada do Crâneo. Resultado: Parênquima cerebral, Cerebelo e Tronco Cerebral, Ventrículos, Região da Sela Turca, Seios Paranasais e Órbitas... tudo dentro da normalidade. Não há calcificações patológicas. Aspecto conservado das estruturas vasculares. Proeminência de sulcos, fissuras e cisternas cerebrais. I.D.: Sinais de redução volumétrica encefálica. Marquei retorno no médico para o dia 25/04/2014, mas estou ansioso demais para esperar até lá. Gostaria, se possível, que me desse uma orientação, no sentido de um exame mais específico, pois essa situação já está me preocupando e incomodando, lembrando que tenho "apenas" 59 anos... Grande abraço e que Deus continue lhe abençoando e iluminando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Meres. Bem, polineuropatia periférica é um diagnóstico cujas causas são muitas, mas muitas mesmo, e o diabetes é, sem dúvida, a causa mais comum no mundo, sendo que a polineuropatia começa mesmo antes da instalação definitiva do diabetes (quando ainda estamos na fase chamada pelos leigos de "pré-diabetes"). No entanto, devem ser descartadas outras causas de polineuropatia antes do diagnóstico de neuropatia diabética, pois há várias formas de polineuropatia, formas estas facilmente discerníveis no exame que você fez (eletroneuromiografia). Para isso, solicitamos vários exames de sangue à procura de causas como problemas de tireóide, deficiência de vitaminas, infecções e inflamações (vasculites). Já com relação ao tratamento, há tratamento, mas não há cura definitiva da polineuropatia (é bom que você mantenha sempre a glicemia controlada e a hemoglobina glisocilada baixa, pelo risco de piora da polineuropatia, e é claro, do diabetes). Há meios de prevenção da piora rápida da polineuropatia, com dieta, atividades físicas orientadas por cardiologista e manutenção de bons níveis de glicemia. Discuta esses pontos com seu médico, além da prevenção de lesões do pé causadas pela falta de sensibilidade na sola dos pés. Quaisquer outras orientações, infelizmente somente posso dá-las com você em consulta. Abraços.

      Excluir
  12. Bom dia,Dr Flávio .
    Desde o ano passado (2013) tenho fortes dores de cabeça. As dores são tão insuportável que já fui ao pronto socorro varias vezes.
    1 diagnostico era enxaqueca. fui medicada e passou remédio para tratamento. Depois de alguns meses a dor de cabeça voltou 3 vezes pior, cheguei a ter principio de desmaio, tonturas e perca de mobilidade do lado esquerdo. Com dificuldade na fala , na escrita e no andar. Fui novamente pro pronto socorro. 2 Diagnostico Falta de oxigênio no cérebro. Apenas fiquei no oxigênio e passou as dores . Quase instantâneo . Eu procurei, um neurologista mas um clinico geral me encaminhou para um neuro e fazer uma tomografia computadorizada . A tomografia já foi realizada mais ainda não tem previsão de ser atendida por um neurologista. Ainda não sei oque tenho .. não entendo nada de tc e continuo com fortes dor de cabeça e meu lado direito comprometido apenas quando tenho as fortes dores de cabeça, gostaria de saber se o Sr. poderia me ajudar . O laudo do TC é: Aquisição por tomografia helicoidal multislice, com posteriores reformatações multiplanares.
    O parênquima cerebral tem coeficiente de atenuação dentro da normalidade.
    Sulcos corticais anatônicos.
    Os ventrílocus laterais são simétricos e têm dimensões normais.
    Cistemas de base livres.
    IV ventrículo anatômico.
    Cerebelo sem alterações de densidade.

    Obrigado desde já !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite, Jerusa. Bem, a tomografia está normal. O fato de sua dor ter melhorado com o uso de oxigênio é intrigante, pois somente a cefaleia tipo salvas (mais comum em homens) melhora com oxigenioterapia. Realmente, sua dor tem de ser melhor investifada. Mas não posso lhe ajudar muito por aqui. Sugiro que procure um neurologista especializado em dor de cabeça.

      Excluir
  13. Bom dia doutor. O ortopedista solicitou exame de tomografia do TORNOZELO do meu filho de 12 anos. Ocorre que o exame realizado foi de tomografia do JOELHO. Me ligaram para ele refazer o exame em razão desse erro. Minha dúvida: Teria problema ele realizar duas tomografias em tão pouco tempo? Fico preocupada por causa da radiação. Obrigada pela oportunidade de tirar dúvidas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Ana Cláudia. Bem, há riscos que devem ser pesados contra os benefícios e a idade do paciente, já que a radiação se acumula no corpo. Mas você pode discutir com o médico radiologista do local onde seu filho fará o exame a possibilidade de ele usar proteção de chumbo (roupas próprias) sobre áreas mais propensar a sofrer com a exposição à radiação.

      Excluir
  14. ola doutor Flavio sallem ?
    Olá, sou Leonardo Silva fez um TC -crânio e o deu o seguinte resultado:

    -parênquima encefálico com valores de atenuação normais.
    - ausência de lesões isquêmica ou hemorrágica aguda.
    - sistema ventricular anatômico.
    -linha média centrada.
    -estruturas ósseas focalizadas de aspecto preservado.
    - Ausência de calcificações patológicas
    - Não há desvio da linha média

    isso grave doutor ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia. Não há nada de errado neste laudo, Leonardo. Fique tranquilo, mas leve o exame ao médico que o solicitou.

      Excluir
  15. Meu nome é Jacqueline, tenho 18 anos. Fiz uma RM por motivo de muitas dores de cabeça, deu o seguinte:

    Acentuação de sulcos da convexidade cerebral frontoparietal e das cissuras de sylvius para a faixa etária.
    Discreta proeminência dos espaços liquóricos e das estruturas superficiais venosas junto a convexidade bilateral, de aspecto pouco especifico.
    Ectasia de espaço perivascular na região inferior do núcleo lentiforme direito.

    Devo me preocupar? Estou ansiosa e minha consulta com a neuro é apenas mês que vem. Obrigada desde já!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. Os achados aparentemente são benignos, mas leve este exame à sua neurologista, pois as imagens precisam ser vistas pelo médico.

      Excluir
  16. Olá. Doutor, minha esposa, que tem 42 anos, realizou uma RM do crânio para detectar possíveis alterações, em função de enjoos constantes, indicado pela otorrinolaringologista. No laudo foi constatado:

    Foram obtidas imagens antes e após a administração do meio de contraste venoso, com especial interesse na fossa posterior.
    1) Mínimos focos de sinal elevado em FLAIR na substância branca subcortical frontal e coroa radiada bilateralmente, sem efeito expansivo ou realce pelo meio de contraste, de aspecto inespecífico.
    2) Espaços perivasculares dilatados no plano da comissura anterior bilateralmente.
    3) Corpo caloso bem configurado.
    4) Sulcos corticais, cisternas e cissuras com amplitude mantida.
    5) Sistema ventricular anatômico.
    6) Tronco cerebral e cerebelo com sinal preservado.
    7) Porções cisternais e canaliculares do 7º e 8º pares cranianos com espessura e sinal normais bilateralmente.
    8) Condutos auditivos internos com amplitude mantida.
    9) Não há sinais de enfarto recente na sequência pesada em difusão.
    10) Ausência de realce anômalo pelo meio de contraste.

    Voltei ao centro onde foi realizado a RM, e solicitei informações acerca dos itens 1 e 2. Quanto ao item 1 (mínimos focos de sinal elevado), foi-me informado que é normal o aparecimento de gliose, conforme a pessoa vai envelhecendo.
    Em relação ao item 2, foi-me dito que essa informação é uma das configurações de um cérebro normal, apenas informado para diferenciar de um enfarto.
    Minha dúvida é se as informações que me passaram procedem ou se devemos agilizar uma consulta com um neurologista, já que a consulta com a otorrinolaringologista será somente no dia 29/4.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa noite. O laudo, sem ver as imagens, sugere o que lhe foi dito no centro. Mas discuta com o otorrinolaringologista a necessidade de uma avaliação neurológica.

      Excluir

Coloque suas perguntas aqui. Mas lembre-se, consultas somente no consultório. Perguntas relativas a sugestões de diagnóstico e tratamento não serão respondidas. Espero que entendam. Obrigado.